Minha coleção de dvds

Loading...
Tecnologia do Blogger.

Siga-nos

Siga-nos, com o Google+

domingo, 25 de maio de 2014

365 Filme em 1 ano V



Um filme pra lá de sensacional , talvez a melhor obra do gênio Kurosawa, um filme lindo, com uma ótima historia e ótimos personagens. Um filme bem comprido mas nem um pouco cansativo, as 3 horas passam voando. O filme é leve, ágil e econômico  eliminando explicações desnecessárias. Ele evoca mistérios e sustenta um clima de apreensão, com planos breves, e cortes rápidos constituido a busca dos camponeses por protetores em potencial e expondo seu caso a Kambei. Além de tudo isso, ele tem um final inesquecível 




No século XVI, durante a era Sengoku, quando os poderosos samurais de outrora estavam com os dias contados pois eram agora desprezados pelos seus aristocráticos senhores (samurais sem mestre eram chamados de "ronin"). Kambei (Takashi Shimura), um guerreiro veterano sem dinheiro, chega em uma aldeia indefesa que foi saqueada repetidamente por ladrões assassinos. Os moradores do vilarejo pedem sua ajuda, fazendo com que Kambei recrute seis outros ronins, que concordam em ensinar os habitantes como devem se defender em troca de comida. Os aldeões dão boas-vindas aos guerreiros e algumas relações começam. Katsushiro (Ko Kimura) se apaixona por uma das mulheres locais, embora os outros ronins mantenham distância dos camponeses. O último dos guerreiros que chega é Kikuchio (Toshiro Mifune), que finge estar qualificado mas na realidade é o filho de um camponês que almeja aceitação.





Curiosidades:
- As filmagens de Os Sete Samurais tiveram que ser interrompidas por diversas vezes devido à falta de cavalos para a realização das cenas finais de batalha;

- O ator Seiji Miyaguchi, que interpreta o samurai Kyuzo, nunca havia tocado em uma espada antes de rodar Os Sete Samurais. Foi graças à uma cuidadosa edição usada no filme que o ator pôde passar para o público a impressão de que ele era um mestre na arte espadachim;

- Quando foi lançado pela primeira vez nos Estados Unidos e na Europa foi exibida uma versão de Os Sete Samuraisque tinha apenas 141 minutos;
- Refilmado como Sete Homens e Um Destino (1960).


Prêmios

OSCAR
Indicações
Melhor Direção de Arte - Preto e Branco
Melhor Figurino - Preto e Branco

BAFTA
Indicações
Melhor Filme
Melhor Ator Estrangeiro - Toshirô Mifune
Melhor Ator Estrangeiro - Takeshi Shimura

FESTIVAL DE VENEZA
Ganhou
Leão de Prata  

0 comentários:

Postar um comentário